Postagens

Quem precisa declarar o Imposto de Renda 2020?

Quem precisa declarar o Imposto de Renda 2020? O prazo para entrega da declaração neste ano começa no dia 2 de março e termina no dia 30 de abril de 2020. O programa gerador da declaração já está disponível. Nem todo mundo, no entanto, precisa entregar a declaração do IR 2020. Precisa declarar o Imposto de Renda 2020 quem: 1. Recebeu, ao longo de 2019, mais de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis Os rendimentos tributáveis são o salário, horas extras, férias, direitos autorais, valores recebidos do INSS, aluguéis, rendimento de investimentos, benefícios, pensões. Se a soma de tudo o que você ganhou em 2019 nesses itens for maior do que R$28.559,70 já é preciso declarar. 2. Possuiu, até 31 de dezembro de 2019, imóveis, veículos e outros bens cujo valor total é superior a R$ 300 mil. Se o valor de todos os bens em seu nome somarem mais de R$ 300 mil, você se encaixa nesta categoria. No caso, é preciso considerar o valor de aquisição de cada bem – o quanto você pagou por eles, e não o

Tesouro Direto: O título que eu invisto SUMIU

Lembrar: Toda vez que faz um investimento, ele é investido em um novo título, não consegue investir em títulos passados Você começa a investir no Tesouro Direto e de repente quando vai fazer um novo aporte, surpresa, o título que você investia sumiu da prateleira do Tesouro. Por que o Tesouro faze isso? ·          Acontece normalmente no Início de ano ·          Alongar a dívida publica ·          Títulos com vencimento mais longo para diminuir alíquota do IR 15% (Ex. vencimento de ano entraria IR 17,5%) O que acontece se meu título sumir? ·          Nada, ele vai continuar investido do mesmo jeito. A única diferença é que você não vai poder mais investir nele, mas pode vender normalmente. Cuidado com venda antecipa para não perder dinheiro. O que fazer caso aconteça isso? ·          Verificar um título com propriedades parecidas, que estão alinhados com o seu objetivo de investimento, vencimento próximo e continuar os investimentos. ·          Se você tem compras a

O que você precisa saber sobre a poupança

Imagem
Quanto rende? 70% da SELIC + TR (0%) (18/06/20: SELIC:2,25 a.a - POUPANÇA: 1,58% a.a) Quando Rende? Ela rende somente no seu aniversário Diferente do Tesouro Direto que rende todos os dias Liquidez comprometida Ela perde para a inflação? Sim, o investimento é negativo (Inflação Atual de 1,6% - Rendimento Poupança 1,58%) Ou seja, Rendimento liquido – inflação = rendimento negativo Ela tem garantia? Sim, ela é garantida pelo FGC, por ser um produto bancário Bônus: Ela tem limite de ganho Se a Selic estiver abaixo de 8,5% ela vai pagar 70% da Selic Mas se a Selic estiver acima de 8,5% ela é limitada a pagar 0,5% a.m., convertendo para taxa anual temos "incríveis" 6,167%.

O que é Marcação a Mercado

Imagem
O que é Marcação a Mercado?      É uma atualização dos preços dos ativos de renda fixa que é feita quase diariamente      De maneira bem simples, a marcação a mercado é a atualização do valor do seu título pelo preço que o mercado está disposto a pagar, dessa forma é possível você saber o valor que receberia hoje caso optasse em vender o seu título. O que afeta os títulos? Negociação dos Títulos (Venda e Compra) Oscilação das taxas de juros da economia Os títulos Títulos prefixados são indexados a taxas Pré-acordada (Você sabe exatamente quanto vai receber no vencimento) [Prefixado e IPCA+] Os títulos pós fixados (Tesouro Selic) sofrem variação de acordo com a taxa de juros a qual é indexado.      Como essa taxa sofre variação diária devida movimentação do mercado, é bom salientar que TAXA e VALOR do título, tem suas relações inversamente proporcionais, ou seja, enquanto a taxa SOBE o VALOR (PU-Preço Unitário) do título CAI e quando a taxa CAI o VALOR sobe.      PREFIXADO e IPCA+ devem

O que é Short Selling?

Imagem
Você acredita que exista somente uma forma de ganhar dinheiro na bolsa e é em momentos de alta, correto? E se eu te contar que existe um jeito de ganhar dinheiro nas baixas? Sim, o Short Selling é o método utilizado nesse momento. O processo é bem simples: Investidor "A" aluga ações do investidor "B"; Investidor "B" cobra um valor de aluguel por cada ação e um período de aluguel; Investidor "A" vende essas ações e depois recompra por um valor menor do que na venda Investidor "A" devolve as ações ao investidor "B" no final do período do aluguel, paga o aluguel por cada ação; Cálculo do processo: Vende R$  - Compra R$  - Aluguel R$ = Lucro/Prejuízo. Exemplo: João ("A") alugou 100 ações do Caio ("B"); Caio, cobrou R$1,00 de aluguel por ação, por um período de 1 mês (com valor de mercado de R$10,00 por ação); João vendeu as ações alugadas por R$1.000,00 (100 ações x R$10,00);